Viagem ao meu interior


Mergulhar profundo nesta claridade
rebeldia assumida
onde a minha inteligência não conhece limites
para a descobrir
Claridade que existe no mais interior da
Alma Humana
Onde os valores se perdem
não conhecendo dimensões
Onde o coração floresce
no mais além 
da fronteira por vezes intransponível

onde a obstinação da descoberta
é
um espinho cravado durante muito tempo
no nosso corpo civilizado
Um ponto exasperante na dor da nossa natureza
expansiva
e
coordenadora
Mas, confundindo a ordem  desfigurada
Tudo tem uma razão de ser
o seu poder no mundo dos homens
e no Céu dos Deuses
Finalmente retiro o espinho
a ferida sangra
Mas,  acabará por cicatrizar
e ficará para sempre
o sinal indelével da significância desta cicatriz
Que gritante
assinala a dor e a  vontade desesperada

de viver do seu dono.

(Source: theoldwomen.tumbler.com)

1 2 Next Page